Em tom ameaçador, Zé Dirceu convoca militância esquerdista para intervir na manifestação dia 7 (veja o vídeo)


Em um discurso fora da realidade, o ex-presidiário petista, José Dirceu, pediu que militantes esquerdistas não permitam que os manifestantes do 7 de setembro ‘transformem a data em um dia de violência e vandalismo’.

Zé Dirceu parece ter esquecido que, até o momento, as manifestações organizadas pelos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro têm transcorrido de forma pacífica e organizada, em claro contraponto às manifestações da militância esquerdista, que sempre acabam em vandalismo, com destruição de patrimônio público e privado, além de confrontos com a polícia.

O ex-presidiário chegou a dizer que os movimentos democráticos pretendem ‘criar condições para alegar motivos legais e factuais para acionar o dispositivo e pedir intervenção militar para garantir a lei e a ordem', fazendo referência ao artigo 142 da Constituição Federal.

“A resposta que a sociedade deve dar é ocupar as ruas em defesa da democracia e da Constituição de 1988, sem abrir mão do ‘Fora, Bolsonaro’”.
Recentemente, o petista usou o termo "erro nosso", na mesma frase em que fazia referência ao atentado sofrido por Jair Bolsonaro em 2018. O vídeo ainda circula na web.

Confira: