Paulo Coelho ataca Bolsonaro, recomenda uso de drogas, se acovarda e apaga publicação

 


O escritor esquerdista Paulo Coelho voltou a tentar "lacrar" nas redes sociais.

Dessa vez, foi longe demais e atacou diretamente o presidente Jair Bolsonaro:

"Eu não uso desde 1982, mas acho que acalma. O Planalto e seu ‘rei’ nu se beneficiariam muito. À venda em qualquer supermercado suíço", escreveu ele.

 


Internautas se revoltaram com a afronta ao presidente que é 100% contra a droga.


Logo depois, o escritor se acovardou e apagou a publicação: