Bolsonaro: “Quem quer a paz, se prepare para a guerra”


O presidente Jair Bolsonaro disse em evento organizado pelo Ministério da defesa nesta quarta-feira (1º), no Rio de Janeiro, que “quem quer paz” deve se preparar paz a guerra.

No local ocorria uma homenagem a atletas militares que participaram das olimpíadas de Tóquio. Bolsonaro decidiu dar uma medalha “pessoal” ao boxeador Herbert da Conceição, sargento da Marinha que ganhou o ouro após vencer o ucraniano Oleksandr Khyzniak por nocaute. Ao se dirigir ao atleta, o presidente disse que “com flores, não se ganha a guerra”.

 Enfia a porrada, guerreiro, é isso aí. Com flores não se ganha a guerra não, pessoal. Quando se fala em armamento, quem quer a paz, se prepare para a guerra – declarou.

O presidente disse que por ser uma medalha “pessoal”, não poderia ser mostrada para ninguém e que não poderia dar para todos os atletas porque “foi uma tiragem bastante reduzida”.

Como publicou o Pleno.News, na terça-feira (31), Bolsonaro apresentou a apoiadores uma medalha com sua imagem gravada nela e as palavras ‘imorrível’, ‘imbrochável’ e ‘incomível’. Também estava gravado no objeto a expressão “clube Bolsonaro.

No evento, junto com o presidente, estavam também os ministros Walter Souza Braga Netto (Defesa), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência) e João Roma (Cidadania)