“Os chineses estão infiltrados no governo, no Vaticano, em toda parte”, alerta jornalista brasileira que mora na Itália (veja o vídeo)

 


Queda do Ocidente? Censura? Avanço da China? A jornalista brasileira Karina Michelin, que mora na Itália, falou sobre esses assuntos e muito mais em entrevista exclusiva à repórter Berenice Leite:


“Nossas crenças estão sendo colocadas em xeque nesse momento. Estamos vivendo a queda do Ocidente.

O indivíduo não é mais respeitado, é a nova era do coletivismo”, ressaltou.


Chineses infiltrados no governo e até no Vaticano


Para Karina, o produto desse novo império que está nascendo no mundo é o totalitarismo, não é a democracia.


“Estamos vendo alguns países alinhados com isso, como a Itália, que está completamente cheia de chineses, uma influência chinesa muito forte. Sabemos que o Partido 5 Estrelas foi financiado pelo Partido Comunista Chinês. Eles estão infiltrados no governo, infiltrados no Vaticano... A Rota da Seda, que foi concluída... o que ocorreu no Afeganistão, estamos vendo diante de nossos olhos a queda do Ocidente, eles venceram”, lamentou.

Vale lembrar que Itália foi um dos países europeus mais afetados pela Covid-19, com mais de 130 mil mortos.


Jornalistas italianos ameaçados


De acordo com Karina, a censura está aumentando na Itália, com jornalistas sendo perseguidos e ameaçados.


“Isso está acelerando o processo de hegemonia de narrativas, onde as pessoas realmente não vão ter a outra face da moeda. A televisão, o mainstream, está fazendo isso de maneira muito pesada”, explicou.

Confira: