Ticker

6/recent/ticker-posts

Após acordo, SP e Rio insistem com a realização de carnaval e transferem a festa para abril


 Vai ter Carnaval em 2022, mas só no feriado de Tiradentes. Essa foi a decisão conjunta das prefeituras de São Paulo e do Rio de Janeiro, anunciada nesta sexta-feira (21).

Traçado por Ricardo Nunes (SP) e Eduardo Paes (RJ), o acordo teve o apoio dos presidentes das Ligas das escolas de samba das duas cidades, e ocorreu devido ao aumento dos casos de covid-19 nos últimos dias.

Segundo o calendário que estava previsto, os desfiles das escolas de samba no Anhembi (SP) e na Sapucaí (SP) ocorreriam entre 25 e 28 de fevereiro. Com a mudança, agora devem ocorrer de 21 de abril (feriado que cai em uma quinta-feira) até o domingo (24).

Apesar do adiamento, há previsão de que os hotéis permaneçam com ocupação superior a 75%, segundo Alfredo Lopes, presidente do sindicato da categoria, o HotéisRIO, com base nos dados das ocupações de 2021, quando o Carnaval sequer foi realizado.

Há sempre uma preocupação com a economia e com a retomada da ‘vida normal’, mas a cada dia fica mais evidente que o presidente Jair Bolsonaro tinha razão, inclusive em fevereiro de 2020, quando a pandemia sequer tinha dado as caras por aqui, quando afirmou que era preciso suspender a festa mais popular do país e publicou uma portaria declarando Emergência em Saúde Pública de importância Nacional, com a mesma orientação.

Ele foi ignorado e todos vimos o que ocorreu!

Vale destacar, entretanto, que por trás do Carnaval há muitos interesses e muitos bilhões envolvidos, que precisam ser esclarecidos.