Bradesco sofre na pele o preço da "lacração" e vê sua imagem ir pelo "ralo" (veja o vídeo)

Caio Tomahawk

 


O infeliz comercial do Bradesco, onde três garotas – digital influencers – sugerem que não comam carne as segundas-feiras gerou uma grande polêmica.


Acostumados a ver o pecuaristas relevar esse tipo de provocação, dessa vez foi diferente.


O Bradesco sentiu na pele a força do "quem lacra, não lucra".



 

Sindicatos e associações de pecuaristas organizaram churrascos em várias cidades bem na porta das agências do Bradesco.


O churrascão comeu solto em Ribeirão Preto (SP), Araçatuba (SP), Birigui (SP), Cuiabá (MT), Rondonópolis (MT), Água Boa (MT), Canarana (MT), Barra do Garça (MT), Araguaina (TO), Goiania (GO) e Xingara (PA).


O protesto acorreu em cinco estados desgastando ainda mais a imagem do banco.


Confira:



#buttons=(ACEITAR!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. SAIBA MAIS
Accept !