Ticker

6/recent/ticker-posts

O acovardamento de Frota, o preço da traição e o deprimente fim de uma vida política


 Alexandre Frota afirmou recentemente que não vai tentar se reeleger para a Câmara porque considera a casa um "lixo".

Em entrevista à Folha, ele disse:

"Não faço parte daquele lixo que se tornou a Câmara dos Deputados, com tantas coisas acontecendo, votadas com Orçamento secreto, liberações absurdas de emendas.
A maioria dos deputados que está lá parece que foi contratada por seus partidos para apertar um botão. Sim ou não."

 Na prática, Frota sentiu a força da impopularidade.

Se acovardou e, como já era de se esperar, vai fugir.

Esse é o preço da 'traição' cometida.

Frota surfou na popularidade do presidente Jair Bolsonaro em 2018 e depois errou feio.

Errou tanto que hoje, certamente, não se elege nem para síndico de seu condomínio.

Ao que parece, ele terá que voltar aos seus trabalhos cinematográficos para sobreviver.

Um deprimente fim político.