Comandante da PM convoca para o dia 7, Doria "surta", afasta coronel e faz ameaças a policiais (veja o vídeo)



Em mais uma demonstração de autoritarismo, o governador do estado de São Paulo, João Doria, anunciou, nesta segunda-feira (23), o afastamento do chefe do Comando de Policiamento do Interior-7, coronel Aleksander Lacerda.

O motivo alegado para o afastamento foi "indisciplina", já que Lacerda é apoiador do presidente Jair Bolsonaro, e convocou a população para que participe das manifestações marcadas para o 7 de setembro.


SUPLEMENTO
O diabetes desaparecerá para sempre! Faça isso antes de dormir!
APRENDA MAIS
“Ele acaba de ser afastado da Polícia Militar (PM) do Estado de São Paulo. O agente foi comunicado nesta manhã pelo secretário de Segurança Pública. Nós não toleramos indisciplina e ele responderá por aquilo que falou, bem como pelas postagens que fez”, disse Doria, em uma entrevista.
O governador ainda deu mais uma demonstração de sua arrogância ao mandar um recado para os demais membros da corporação:

“Se outros fizerem isso, terão o mesmo destino”, afirmou, ao mencionar que sua gestão não será complacente com ‘golpe’.
Confira: