Ticker

6/recent/ticker-posts

Justiça ordena e PSOL terá que devolver dinheiro do Fundão por "irregularidades"

 

A Justiça Eleitoral paulista determinou que o diretório do PSOL-SP devolva R$ 117.046,69 ao Tesouro Nacional por uso irregular do Fundo Partidário e por não aplicar parte dele em inclusão de mulheres na política.

A decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), na última terça-feira (22). O TRE-SP entendeu que o partido usou os recursos do Fundo Partidário de forma irregular.

A sigla também terá que aplicar o percentual mínimo de 5% dos recursos recebidos, em 2016, para criação ou manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres, visto que essas ações não foram realizadas no ano de recebimento da verba.

Quem diria o PSOL, 'partido das minorias', sendo punido para se empenhe em dar espaço e condições para as mulheres psolistas exercerem sua legítima atividade política.