Ticker

6/recent/ticker-posts

O maior corretivo em ‘cozinheira’ argentina é dado por mulher que escapou da ditadura cubana (veja o vídeo)


A indignação contra Paola Carosella, a chef argentina radicada no Brasil, que chamou os eleitores do presidente Jair Bolsonaro de “escrotos” e “burros”, foi generalizada.

Manifestações de repúdio infestaram a internet.

Carosella destratou e ofendeu a grande maioria do povo brasileiro.

Algo realmente inaceitável e incompreensível.

Assim, diante da ofensa, gradativamente está sendo revelada a natureza do caráter da chef argentina.

A trapaça que teria aplicado em seus antigos sócios argentinos e sua revelação de que é racista, vieram à tona e lhe impuseram a plena desmoralização.

De qualquer forma, uma resposta que deve ser considerada e apreciada, é a que veio de Zoe Martinez, a cubana, comentarista da Jovem Pan, que escapou das agruras da ditadura.