Ticker

6/recent/ticker-posts

Em grave acusação sem provas, Lula diz que ‘gente do presidente’ matou Marielle (veja o vídeo)


Durante discurso em evento restrito a militantes, nesta terça-feira (1), o ex-presidiário e pré-candidato à presidência, Lula fez uma gravíssima acusação contra Jair Bolsonaro.

"A gente vê o quanto é importante a gente ter um governo que a gente possa sentar ‘tête à tête’ e colocar o dedo em riste na cara do governante. E a gente só dá valor a isso quando a gente não tem mais isso. Quando a gente não pode se aproximar do governant

Quando o governante tem um lado obscuro. Porque a gente não sabe a qualidade de todos os milicianos dele. O que a gente sabe é que gente dele não tem pudor de ter matado a Marielle", disse o meliante Lula

O registro foi feito por um militante que acompanhava o discurso, durante agenda do petista no Rio Grande do Sul, e o vídeo corre rapidamente nas rede

Marielle Franco, então vereadora do Psol na cidade do Rio de Janeiro, foi assassinada em março de 2018, junto com seu motorista, Anderson Gomes. Acusados pelo crime, o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial Élcio de Queiroz, estão presos há três anos e não há uma única prova ou pista que os relacione a Jair Bolsonar

O que disse Lula vai além da simples insinuação, partindo mesmo para uma acusação direta ao citar o nome de Bolsonar

Situação que precisa ser investigada e levada a inquérito, com urgência, pela Advocacia Geral da União (AGU) e, por que não, pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE

Afinal, a afirmação de Lula é também um ataque à instituição do poder executivo, na figura de seu representante máximo, além de ter ocorrido um dia após o ministro do STF e vice-presidente do TSE, Alexandre de Moraes, ter ‘reafirmado’ que irá cassar o registro de candidatos que divulgarem fake news.

Veja o vídeo:

Clique aqui