Ticker

6/recent/ticker-posts

PT vê virada de Haddad improvável e foca em blindar Lula em São Paulo


Integrantes do PT de São Paulo já classificam como improvável uma virada de Fernando Haddad (PT) sobre Tarcísio de Freitas (Republicanos) no segundo turno da eleição para governador e defendem como prioridade blindar a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) do crescimento de Jair Bolsonaro (PL) no estado.

Tanto Haddad quanto Lula perderam o primeiro turno em São Paulo, contrariando as pesquisas. Nos dois casos, a diferença para Tarcísio e Bolsonaro, respectivamente, foi de aproximadamente 7 pontos percentuais, cerca de 1,6 milhão de votos no caso da disputa estadual e 1,8 milhão na nacional. Mas ao contrário de Haddad, Lula pode compensar esse revés paulista ganhando em outros estados, como ocorreu no primeiro turno.

Para os petistas, ficou ainda mais difícil para Haddad virar o placar de 42,3% contra 35,7% em favor de Tarcísio depois que o candidato do Republicanos encaminhou apoios importantes para o segundo turno. O principal deles é o do governador de São Paulo Rodrigo Garcia (PSDB), que ficou em terceiro na disputa, com 18,4% dos votos válidos, e anunciou adesão ao bolsonarismo nessa terça-feira (4/10).