Ticker

6/recent/ticker-posts

China exibe aos EUA míssil hipersônico ‘matador de porta-aviões’


Pequim apresentou um míssil hipersônico “matador de porta-aviões” e um drone de ataque com capacidade intercontinental em seu principal evento aeroespacial, o Airshow China, em Zhuhai, cidade costeira no sul chinês.

A ideia é atrair clientes estrangeiros para os produtos, mas também mostrar aos Estados Unidos que o governo comunista está preparado para embates futuros, especialmente em assuntos relacionados à Ilha de Taiwan.

A exposição, inclusive, ocorre às vésperas do encontro do G20, que reúne as maiores economias globais.

Pequim apresentou um míssil hipersônico “matador de porta-aviões” e um drone de ataque com capacidade intercontinental em seu principal evento aeroespacial, o Airshow China, em Zhuhai, cidade costeira no sul chinês.

A ideia é atrair clientes estrangeiros para os produtos, mas também mostrar aos Estados Unidos que o governo comunista está preparado para embates futuros, especialmente em assuntos relacionados à Ilha de Taiwan.

A exposição, inclusive, ocorre às vésperas do encontro do G20, que reúne as maiores economias globais.

Além disso, a feira chinesa ocorre ao mesmo tempo em que EUA, Japão, Índia e Austrália, que formam o grupo anti-China Quad, fazem exercícios navais junto à costa japonesa.

Ainda durante a performance, Pequim propagou outros dispositivos do setor militar, como os caças furtivos J-20 e o cargueiro quadrimotor Y-20, além de confirmar centenas de encomendas domésticas para o primeiro avião comercial de grande porte do país, o Comac C919, que será concorrente do Boeing 737 e do Airbus A320.