Ticker

6/recent/ticker-posts

Deputado solta o verbo e denuncia o primeiro caso do "estelionato eleitoral" de Lula


O deputado federal Carlos Jordy (PL-RJ), afirmou, em entrevista a Jovem Pan, que a PEC da Transição proposta pelo Governo Lula para custear benefícios sociais no país é "estelionato eleitoral".

O projeto quer ultrapassar o teto de gastos em R$ 200 bilhões.

"O relator do orçamento, senador Marcelo Castro, já sinalizou que, para que sejam efetivadas essas propostas, seriam necessários R$ 200 bilhões a mais, ou seja, furando o teto de gastos", disse Jordy.

O deputado ainda afirma que a PEC do PT é imprudente, porque, nem durante a pandemia da Covid-19, o Governo Bolsonaro foi autorizado a furar o teto de gastos da União e que, agora, com a economia do país crescendo, também não seria necessário.

"Não nos parece prudente que agora, nesse momento, nós façamos uma PEC que irá desvalorizar o real, criar inflação e irá gerar endividamento à máquina pública", lamentou

De fato, é um estelionato.