Ticker

6/recent/ticker-posts

URGENTE: General Villas Boas quebra o silêncio e manda forte recado para a velha mídia


 O General Eduardo Villas Boas, um exemplo de cidadão patriota, acaba de publicar um novo texto em suas redes sociais.

Ele comenta sobre os eventos populares e democráticos que se realizam em todo o Brasil, que protestam contra os atentados a democracia, à independência dos poderes, ameaças à liberdade e as dúvidas sobre o processo eleitoral.

O militar também critica com veemência a velha mídia, que está simplesmente ignorando as manifestações, mas manda um aviso: 

“A mídia totalmente controlada nos países da cortina de ferro não conseguiu impedir a queda do muro de Berlim”.

Leia o texto na íntegra:

"As duas semanas que se encerraram foram marcadas por eventos significativos.

A população segue aglomerada junto às portas dos quartéis pedindo socorro às Forças Armadas.

Com incrível persistência, mas com ânimo absolutamente pacífico, pessoas de todas as idades, identificadas com o verde e o amarelo que orgulhosamente ostentam, protestam contra os atentados à democracia, à independência dos poderes, ameaças à liberdade e as dúvidas sobre o processo eleitoral.

O inusitado diante dos movimentos foi produzido pela indiferença da grande imprensa.

Talvez nossos jornalistas acreditem que ignorando a movimentação de milhões de pessoas elas desaparecerão. Não se apercebem eles que ao tentar isolar as manifestações podem estar criando mais um fator de insatisfação.

A mídia totalmente controlada nos países da cortina de ferro não impediu a queda do Muro de Berlim.

A História ensina que pessoas que lutam pela liberdade jamais serão vencidas.

Concomitantemente, as Forças Amtadas emitiram duas notas: a primeira, assinada pelo Gen Paulo Sergio, Ministro da Defesa, trouxe anexo um relatório com 65 páginas, detalhando passo a passo a auditoria empreendida pela equipe multidisciplinar do MD.

Simplificando, a essência da questão se prende a que o ato de votar deve ser privado, enquanto a apuração deve ser pública e auditável.

Em 11 de novembro último, os Comandantes da Marinha. Exército e Aeronáutica emitiram uma nota de apenas uma folha, suficiente para demonstrar o apego aos princípios e valores militares, bem como ao texto constitucional.

Por fim, não pode deixar de ser destacada a liderança, o equilíbrio, a serenidade e a autoridade dos atuais comandantes e do Ministro, condições com as quais asseguram a disciplina e a coesão de seus subordinados. Externamente, reforçam a confiabilidade que a população, não por acaso, elege como as de nível mais alto do país.

General Villas Boas. 2022