Ticker

6/recent/ticker-posts

Exército diz que não vai permitir volta de manifestantes ao QG


Nomeado interventor federal para a área de segurança pública do Distrito Federal, o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, garantiu nesta segunda (9) que as forças federais e distritais não permitirão que a área em frente ao Quartel General (QG) do Exército volte a ser ocupada.

Mais cedo, policiais militares e efetivos do Exército começaram a desocupar o amplo espaço verde localizado a cerca de 6 quilômetros da Esplanada dos Ministérios. Até por volta de meio-dia, cerca de 1.200 pessoas já tinham sido detidas no local e conduzidas para a Superintendência da Polícia Federal (PF).

Até perto do meio-dia, cerca de 40 ônibus haviam sido usados para transportar os detidos. Segundo o Exército, até aquele momento, havia ainda pelo menos 500 pessoas no local. Os pertences pessoais não retirados, como barracas, roupas e outros objetos, ficarão sob a guarda dos militares.

De acordo com a assessoria do Exército, apesar de a área ocupada há cerca de 60 dias ser muito ampla e bastante visitada por turistas e moradores do DF, a Força Armadas adotarão as medidas necessárias para impedir o retorno de novos grupos à região.