Ticker

6/recent/ticker-posts

“Lula quis renovar confiança nas Forças”, diz ministro da Defesa após reunião com comandantes


José Múcio, ministro da Defesa, afirmou que Lula (PT) buscou recuperar a confiança nas Forças Armadas durante a reunião realizada nesta sexta-feira (20), no Palácio do Planalto, com os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. O encontro aconteceu exatamente uma semana depois de o presidente admitir que “perdeu a confiança” em militares da ativa.

“Ele (Lula) tem consciência, e as Forças Armadas também, da atenção que deu às Forças Armadas. E quis renovar essa confiança. Evidentemente não poderíamos ficar nessa agenda última, temos que pensar para a frente, pacificar esse País e governar”, afirmou Múcio, ao término da reunião.

Segundo o ministro, os comandantes concordaram em abrir processos para apurar e punir casos de militares que se insubordinaram, em manifestações nas redes sociais, ou que possam ter envolvimento nos atos de 8 de janeiro. Lula afirmou que cobraria providências dos comandantes-gerais, a despeito da patente de quem estivesse sob averiguação.

“Os militares estão cientes e concordam que vamos tomar essas providências. Evidentemente, no calor da emoção a gente precisa ter cuidado para que acusações e penas sejam justas. Tudo será providenciado em seu tempo”, afirmou o titular da Defesa.

Múcio defende que não houve envolvimento direto das forças nos atos cometidos por extremistas, durante o ataque às sedes dos três poderes, além de negar que Lula tenha tratado com os comandantes militares, diante de empresários convidados para o encontro, de punições relacionadas aos atos de vandalismo em Brasília.

“Eu entendo que não houve envolvimento direto das Forças Armadas. Agora, se algum elemento individualmente teve participação, ele vai responder como cidadão”, disse o ministro, afirmando ainda que o mandatário precisava da reunião para “virar a página” sobre a politização nas Forças Armadas.