Governo gastou R$ 3,3 bilhões com diárias e passagens em 2023


Governo brasileiro gastou R$ 3,3 bilhões com diárias e passagens em 2023


No ano de 2023, o governo federal desembolsou um montante impressionante de R$ 3,3 bilhões em despesas relacionadas a diárias, passagens e locomoção, conforme apontado pelo último relatório do Tesouro Nacional. Esse valor representa o maior gasto real desde 2014, marcando um aumento significativo em comparação com os anos anteriores.


Em contraste com o ano de 2022, quando as despesas nesses setores totalizaram R$ 2,6 bilhões, houve um aumento expressivo de 29,2% no ano seguinte. Esse aumento substancial é atribuído a diversas variáveis, incluindo mudanças no contexto político e econômico do país.


Durante os anos de 2020 e 2021, marcados pela pandemia de covid-19, as despesas com diárias e passagens atingiram mínimas históricas. A redução drástica do fluxo de pessoas, especialmente em viagens aéreas, resultou em um gasto de apenas R$ 1,2 bilhão em 2020 e R$ 1,3 bilhão em 2021.


No entanto, em 2022, já se observava uma recuperação significativa, com um crescimento de 96,2% em relação ao ano anterior. Essa tendência de crescimento persistiu com a chegada de Lula ao poder, em 2023, consolidando um novo patamar de despesas nesse setor.


Historicamente, as maiores despesas registradas ocorreram durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2014, por exemplo, as despesas com diárias e passagens atingiram o impressionante valor de R$ 4,1 bilhões, enquanto em 2013 foram registrados R$ 4 bilhões em gastos. Os dados disponíveis remontam até o ano de 2011.


No ano de 2023, as despesas com diárias totalizaram R$ 1,9 bilhão, representando um aumento de 36,8% em relação ao ano anterior, quando foram gastos R$ 1,4 bilhão nesse mesmo item. Já as passagens e locomoção aumentaram de R$ 1,2 bilhão para R$ 1,4 bilhão, um crescimento de 16,6% nesse período.


Esses números refletem não apenas os custos operacionais do governo, mas também as demandas por deslocamento e atividades que envolvem representantes do poder executivo em diferentes esferas. No entanto, em um contexto de escassez de recursos e necessidade de controle fiscal, tais despesas podem gerar questionamentos e demandar maior transparência por parte das autoridades.


À medida que o país enfrenta desafios econômicos e sociais, é fundamental que os gastos públicos sejam geridos de forma responsável e eficiente, garantindo o uso adequado dos recursos para o benefício da população. O acompanhamento e a análise detalhada desses gastos são essenciais para promover a prestação de contas e aprimorar a gestão pública em busca de um desenvolvimento sustentável e equitativo.

Você pode ter resultados ou desculpas, mas não os dois. ��
© Política Online Brasil. Todos os direitos reservados. Premium By Jago Themes