Policial civil de SP morre após ser baleado em assalto na Zona Oeste

Caio Tomahawk


Policial Civil do Denarc Morto Durante Assalto na Zona Oeste de São Paulo


Na terça-feira, dia 6, um trágico incidente abalou a comunidade policial de São Paulo. Paulo Enrique da Silva, de 45 anos, um dedicado policial civil da 4ª Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), perdeu a vida após ser baleado durante um assalto na região da Pompeia, Zona Oeste da capital paulista.


O agente Paulo estava desempenhando suas funções quando foi abordado por um criminoso enquanto estava parado em sua motocicleta. Imagens de câmeras de segurança revelaram que um homem, também em uma motocicleta e usando capacete, se aproximou de Paulo, exigindo seu aparelho celular. O policial, cumprindo os protocolos de segurança, entregou o objeto ao assaltante. No entanto, o encontro tomou um rumo trágico quando os dois homens iniciaram uma briga física, culminando com Paulo sendo atingido por disparos de arma de fogo e caindo fatalmente na rua.


Paulo foi prontamente socorrido e encaminhado ao Hospital São Camilo, na unidade da Pompeia, onde uma equipe médica dedicada tentou salvá-lo. Infelizmente, apesar de todos os esforços e procedimentos de emergência realizados, o policial não resistiu aos ferimentos e veio a falecer. A notícia devastadora foi confirmada pela Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, em nota oficial, expressando profundo pesar pela perda do agente.


A Secretaria da Segurança Pública (SSP) relatou que o criminoso conseguiu fugir do local com a arma do policial, agravando ainda mais a tragédia. O caso foi registrado como latrocínio, um roubo seguido de morte, pela 3ª Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências Diversas (Cerco), que está conduzindo as investigações para capturar o responsável por esse ato covarde.


A comunidade policial e a sociedade como um todo estão de luto pela perda de um membro tão valioso e dedicado. A Polícia Civil emitiu uma nota oficial de pesar, lamentando profundamente o ocorrido e expressando solidariedade aos amigos e familiares de Paulo Enrique da Silva neste momento de dor e tristeza.


A morte do policial civil Paulo Enrique da Silva serve como um triste lembrete dos perigos enfrentados diariamente pelos agentes de segurança pública que arriscam suas vidas para proteger a comunidade. Seu sacrifício não será esquecido, e seu legado de serviço e dedicação à justiça continuará a inspirar aqueles que seguem seus passos na busca por um mundo mais seguro e justo. Que sua memória seja honrada e seu exemplo perpetuado.

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Saiba Mais
Accept !