Ticker

6/recent/ticker-posts

Em discurso duríssimo, Bolsonaro cita militares, volta a tocar em temas delicados e manda recado ao TSE (veja o vídeo)


Jair Bolsonaro fez um de seus discursos mais impactantes neste ano de 2022 – depois de um período de calmaria, em que preferia elencar os grandes feitos do governo – e voltou a tocar em temas delicados, como a contagem de votos nas eleições e a discordância de decisões monocráticas por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O presidente reafirmou que os militares estão de olho nos fatos e que darão a vida pela liberdade e defendeu o direito à posse de armas.

“Creiam vocês que pouquíssimas pessoas podem alguma coisa em Brasília, mas nenhuma delas pode tudo”

“Chega de só bandido estar armado e protegido por governo. Povo armado jamais será escravizado”

"E podem ter certeza que por ocasião das eleições, os votos serão contados no Brasil, e não serão dois ou três que decidirão como serão contados esses votos”

A fala, em clima de pré-campanha eleitoral, foi durante discurso para um grande público, durante evento oficial da agenda do governo no Rio Grande do Norte.

Veja o vídeo: