Ticker

6/recent/ticker-posts

Juridicamente, o Brasil está ao Deus-dará? Ao que tudo indica, o STF está respondendo


Nada mais feroz do que o desrespeito à Constituição Federal.

Desta feita, em ação promovida pelos deputados estaduais do PTB (imaginem só...), Rodrigo Santana Valadares do estado do Sergipe e Jeferson Alves do estado de Roraima, via acatamento do MPF, o ministro decidiu, mais uma vez, interferir em um partido político, o PTB.

Não satisfeito em afastar da presidência da legenda, Roberto Jefferson, agora suspende por 180 dias o atual presidente, Marcus Vinícius de Vasconcelos Ferreira, eleito legitimamente para o cargo.

Duas curiosidades: nesta decisão, um dos elementos para decidir pela suspensão, foram mensagens de WhatsApp trazidas aos autos pelos manifestantes da ação. Mas não há várias restrições com relação a redes sociais no tocante ao que é “Fake News” ou não?

Neste caso, a consideração pelas mensagens recebidas pelo ministro não são contestadas de alguma maneira? Dois pesos e duas medidas, dr.?

A outra curiosidade é relativa ao tempo (180 dias) de suspensão, o que atinge o período eleitoral e as devidas demandas para a propagandas político-partidária permitida (45 dias a partir de agosto). Cabe pensar que isso interfere também no processo eleitoral?

Como a sociedade percebe, tudo depende de que lado vem a denúncia.

Antecipando-se a qualquer repercussão da decisão de Alexandre de Moraes, Ana Jefferson, vice-presidente do partido, seguindo na linha sucessória, assumiu agora pela manhã, a presidência interina do PTB. Essa confirmação vem através de carta divulgada nesta manhã.

Transcrição da carta de Ana Jefferson:

“Bom dia, meus irmãos e irmãs petebistas.

Estamos vivendo uma provação, mais uma tribulação para mostrarmos que somos dignos do Senhor.

João 15:20 - Nenhum servo é maior do que seu Senhor. Se me perseguiram, também perseguirão vocês.

Há no mundo uma perseguição aos servos do Senhor, aos cristãos. Não seria simples nossa tarefa quando optamos por construir um partido, que tem como causa Justiça e Liberdade, primícias do Criador.