Ticker

6/recent/ticker-posts

Tucanato vê importante apoio ir para o ralo e alavancar o nome de Tarcísio

O PP anunciou no domingo (22), que não vai mais apoiar a candidatura do atual governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), ao Palácio dos Bandeirantes.

O anúncio foi feito pela deputada estadual Letícia Aguiar, presidente da seccional mulher do partido no Estado, após uma reunião feita com o deputado federal e presidente estadual do partido Guilherme Mussi (PP-SP).Um golpe duríssimo na campanha do atual governador de SP, Rodrigo Garcia (Doria renunciou ao cargo no inicio de abril) e inédito – nas últimas 5 eleições estaduais nunca o PSDB paulista perdeu o apoio a menos de seis meses das eleições. A crise na esfera federal do PSDB com Doria sendo defenestrado da sua candidatura à presidência não ajuda muito.

Essa mudança não saiu barato para o PP que tem cerca de 40 cargos comissionados no 2º e 3º escalão da maquina do governo estadual e deve perdê-los.

Há algumas semanas, deputados e prefeitos paulistas do PP se recusaram a apoiar Tarcísio de Freitas na disputa eleitoral, mantendo proximidade a Rodrigo Garcia.

Porque uma mudança tão repentina?

Porque os candidatos a estadual e federal do PT já sentiram a vontade popular e o crescimento da candidatura do bolsonarista, ex-ministro Tarcísio de Freitas (Republicanos) cresce em escala geométrica – ainda que os institutos de pesquisas se esforcem para ocultá-la.