Ticker

6/recent/ticker-posts

Derrota eleitoral pode ser determinante para o retorno de Lula ao xilindró


O ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva está se sentindo uma verdadeira fortaleza, amparado por um pernóstico sentimento de impunidade.

Fez o que fez, saqueou os cofres públicos da nação, comandou a maior organização criminosa da história e está livre, leve e solto, candidato a presidente.

O sistema vê em Lula a única chance de retomar o poder, em toda a sua plenitude.

Por isso, o meliante está solto.

E, de fato, o sistema tem agido de maneira brutal, usando de todas as armas para impor o que quer e fazer do petista presidente, uma marionete nas mãos do poder.

Felizmente, só uma coisa esse sistema implacável não consegue mudar: A vontade popular.

Nesse sentido, tudo está sendo feito para que a vontade popular prevaleça no próximo dia 2 de outubro.

$ads={2}

As urnas fatalmente irão demonstrar que a maciça maioria da população brasileira quer a reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Assim, gradativamente, os institutos de pesquisa já estão caminhando em direção a realidade que se vê nas ruas.

Bolsonaro é imbatível.

Lula sofrerá uma avassaladora derrota.

A partir daí, derrotado, o meliante não mais vai interessar ao sistema que atualmente o protege.

Descartado, o petista corre o sério risco de retornar ao xilindró, pois sua escalada no mundo do crime é notória, um atentado a nação e absolutamente indefensável perante a verdadeira Justiça.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.