Ticker

6/recent/ticker-posts

Após Rodrigo Garcia anunciar "apoio incondicional" à reeleição de Bolsonaro, Maia se demite do governo paulista


O ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia (PSDB), eterno desafeto do atual presidente Jair Bolsonaro (PL), resolveu se desligar do governo de São Paulo, depois que o governador Rodrigo Garcia (PSDB) anunciou "apoio incondicional" ao Planalto.

- Informo que na data de hoje deixo a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo de São Paulo. Agradeço aos governadores João Doria e Rodrigo Garcia pela oportunidade - escreveu no Twitter o ex-Secretário de Assuntos Estratégicos da Gestão João Doria (PSDB) que, por sinal, preferiu manter-se neutro no segundo turno.

Bolsonaro não era um admirador de Maia, quando o deputado era presidente da Câmara. O conservador e a base aliada acusavam o parlamentar de não pautar projetos importantes para o Governo Federal e a nação brasileira. Ele foi derrotado em votação contra Arthur Lira (PP-AL), considerado um homem reservado, observador e de palavra.

Ele deixou o Distrito Federal depois da derrota e abandonou o antigo partido, o DEM, afirmando que nem os integrantes da legenda haviam votado nele.