Ticker

6/recent/ticker-posts

Caso Bolsonaro seja reeleito, terá um Congresso muito mais forte para aprovar impeachment de ministros do STF, afirma UOL


O colunista do portal de notícias UOL, José Roberto de Toledo, comentava as eleições no Brasil, no domingo (2), quando afirmou que, caso o presidente Jair Bolsonaro (PL) consiga se reeleger, terá apoio suficiente na Câmara dos Deputados e no Senado Federal para aprovar impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

- O que me preocupa é o cenário do que emerge da eleição para o Senado e para a Câmara dos Deputados. Esse Congresso que foi eleito, no Senado, por exemplo, dá maioria suficiente para impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal - 

- Com essa maioria no Senado, se o Bolsonaro for reeleito, não vai ter mais oposição no STF. Aí, serão Três Poderes do mesmo lado - acrescentou.

Além de uma boa base de apoio no Congresso, Bolsonaro terá a garantia de poder indicar mais dois ministros ao Supremo; o que lhe garantiria mais tranquilidade para atuar no Executivo e ter a certeza de que não haveria mais interferência do Judiciário.

- Vamos ter um fenômeno interessante para acompanhar. Não interessa se ganhe Bolsonaro, ganhe Lula, o presidente vai ter que lidar com um partido que tem um monte de gente nova entrando com muito voto, mas que é dominado pelo Valdemar Costa Neto, que é dono do partido e dos diretórios. Isso vai gerar um conflito, como já gerou em 2018, quando essa mesma bancada foi eleita na ocasião, pelo PSL - adiantou.