Ticker

6/recent/ticker-posts

Notícia-crime de deputado socialista contra General Paulo Sérgio é mais uma afronta da esquerda às Forças Armadas


Inadmissível a verdadeira afronta que representa uma notícia-crime proposta pelo deputado do PSB, Elias Vaz, contra o ministro da defesa, general Paulo Sérgio Nogueira.

O parlamentar socialista alega que a divulgação do relatório de fiscalização das Forças Armadas teriam gerado ‘especulações golpistas’.

As Forças Armadas sustentaram, com base num trabalho que envolveu as três forças – Exército, Marinha e Aeronáutica – que não excluíam o risco de fraude nas eleições.

Entretanto, a notícia-crime personifica todo esse trabalho na pessoa do general, tentando lhe imputar uma conduta criminosa:

“Não é necessário grande esforço exegético para se verificar que a conduta do representado (general Paulo Sérgio) em colocar em dúvida a lisura do processo eleitoral, estimular a realização dos movimentos antidemocráticos, incentivar ações que buscam a ruptura da ordem constitucional e da lei”.

E diz mais:

“Faz parte de um processo que se retroalimenta, orquestrado, organizado, com inúmeras ações milimetricamente pensadas com a única intenção de manter os manifestantes mobilizados e, quem sabe, reviver no Brasil as cenas tristes ocorridas nos Estados Unidos em 6 de janeiro de 2021, um ataque violento à democracia”.

Sem dúvida, um absurdo que merece uma resposta a altura.

Uma afronta inaceitável.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO TELEGRAM:

CLIQUE AQUI