Ticker

6/recent/ticker-posts

Deltan lamenta a soltura de Cabral: "Só em contas no exterior, tinha 100 milhões de dólares em propina"


O procurador da República e ex-coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, comentou sobre a soltura do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, deferida por maioria na Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF).

O plenário da corte resolveu converter a prisão em regime fechado para a prisão domiciliar.

Cabral era o último condenado da maior força-tarefa anticorrupção da história do Brasil ainda preso.

- Na minha perspectiva, quando você olha para o tamanho e a gravidade dos crimes, estamos falando de alguém que só em contas no exterior tinha 100 milhões de dólares em propina, sem falar o montante que ele desviou que, se formos converter pelo câmbio de hoje, seria mais de R$ 500 milhões que foram para o bolso dele - desabafou Dallagnol, deputado federal eleito pelo Paraná.

Cabral foi se...

Continue lendo