Ticker

6/recent/ticker-posts

Lula admite não confiar nas Forças Armadas e exonera mais militares


O governo Lula continua ampliando a lista de militares dispensados das funções de segurança da Presidência da República. O Diário Oficial da União publicado nesta quarta-feira (18), traz a exoneração de mais 14 integrantes das Forças Armadas que atuavam no Gabinete de Segurança Institucional, durante o governo Bolsonaro.

O GSI é responsável pela segurança do presidente e vice-presidente, além do Palácio do Planalto e das residências oficiais. Na gestão anterior era comandado pelo General Augusto Heleno.

Ontem (17), 56 militares já tinham sido dispensados, sendo 45 eram responsáveis pela da segurança do Palácio da Alvorada e da Granja do Torto. No DOU desta quarta-feira também consta a exoneração do tenente-coronel da Aeronáutica Max Steinert, que era assessor militar na Secretaria Geral da Presidência. Outros 13 militares das três Forças também foram dispensados do GSI.