Condenado há mais de 400 anos de prisão, Sérgio Cabral tem prisão revogada


Nesta quinta–feira, 9, a Justiça do Rio de Janeiro decidiu revogar a prisão do ex–governador Sérgio Cabral, condenado por liderar um esquema de corrupção no estado. O pedido da defesa foi aceito por quatro dos sete desembargadores que votaram durante a sessão no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

A medida será substituída por medidas cautelares como o uso de tornozeleira eletrônica, apreensão do passaporte e comparecimento mensal à Justiça. 

Cabral já havia conseguido uma vitória na Justiça do Paraná, quando recebeu o direito de recolhimento noturno. O político foi condenado a 400 anos de prisão, mas acabou solto em 2022 por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), após cumprir seis anos de pena. A decisão se refere à Operação Calicute, que levou Cabral à prisão em 2016.