Ticker

6/recent/ticker-posts

PGR informa STF que os crimes do deputado Arlindo Chinaglia prescreveram


A Procuradoria Geral da República (PGR) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que prescreveu a denúncia por corrupção e lavagem de dinheiro que apontam o deputado federal Arlindo Chinaglia (PT-SP).

O parlamentar estava sob investigação por supostamente ter recebido R$ 8,7 milhões, entre 2008 e 2014, em um esquema com participação da construtora Odebrecht/Novonor, na construção da hidrelétrica do Rio Madeira, no estado de Rondônia. O esquema teria sido mediado pelo ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

Para a PGR, a idade do parlamentar, com 73 anos, acelerou a prescrição da denúncia. “Em relação ao deputado federal Arlindo Chinaglia Júnior – maior de 70 anos de idade- forçoso reconhecer que os fatos ocorridos entre 2008 e 2014 foram alcançados pela extinção da punibilidade em virtude da prescrição da pretensão punitiva“, diz trecho da manifestação da PGR.