“Estamos falhando miseravelmente”, diz ministro dos Direitos Humanos

Caio Tomahawk


Durante evento realizado nesta quarta-feira (5) pelo Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania, o ministro Silvio Almeida lamentou a tragédia ocorrida na creche Cantinho do Bom Pastor, em Blumenau (SC), onde quatro crianças foram mortas e uma ficou gravemente ferida . Em seu discurso, Almeida destacou a importância de reconhecer a gravidade do problema da violência contra crianças e adolescentes no Brasil.

O ministro enfatizou que um país ou mundo que permite a morte de crianças não pode ser considerado uma democracia ou um lugar decente para se viver. Segundo ele, o Brasil está falhando miseravelmente com crianças e adolescentes, que são as pessoas que mais precisam de cuidado e proteção.

“Precisamos admitir isso para darmos um passo à frente. É importante que o governo, a sociedade civil e todos os setores se unam para enfrentar esse problema, criando políticas públicas que protejam as crianças e adolescentes e combatam a violência de forma efetiva”, afirmou Almeida.

O evento, que procurou especialistas em direitos humanos e autoridades do governo, teve como objetivo discutir estratégias para combater a violência contra crianças e adolescentes. Durante uma mesa de debates, foram concedidas medidas para prevenir e identificar casos de violência, além de aprimorar a proteção e o acolhimento das vítimas.

O ministro também destacou a importância da conscientização e engajamento da sociedade, especialmente de pais, educadores e profissionais que trabalham com crianças e adolescentes. “Precisamos criar uma cultura de proteção e valorização da infância e juventude, para que possamos construir um futuro melhor para todos”, concluiu.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. ACEITAR
Accept !