Bolsonaro comenta hipótese de pedido de prisão por Moraes

Ex-presidente Jair Bolsonaro expressa indignação com cassação de direitos políticos e revela insegurança quanto ao futuro jurídicoa

Nesta sexta-feira, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu pela cassação dos direitos políticos do ex-presidente Jair Bolsonaro, do Partido Liberal (PL). A decisão da Corte Eleitoral gerou indignação no líder conservador, que demonstrou preocupação com o atual cenário jurídico do país e revelou insegurança em relação ao seu futuro político.

Bolsonaro se pronunciou sobre a decisão do TSE e expressou sua insatisfação com a cassação de seus direitos políticos. Em suas declarações, o ex-presidente questionou a falta de motivos claros para a prisão de pessoas no Brasil, afirmando que qualquer um pode ser preso sem que seja apresentada uma justificativa adequada. Além disso, ele mencionou sua percepção de que o Ministério Público está sendo ignorado no país.

O ex-presidente também manifestou preocupação com os mandados de busca e apreensão realizados em sua residência. Ele demonstrou apreensão em relação à forma como o Judiciário brasileiro tem conduzido essas ações, afirmando que já foi alvo de uma busca e apreensão e que poderia ocorrer uma segunda. Bolsonaro ressaltou que confia na Polícia Federal, mas expressou inquietação sobre o que poderia ser buscado em uma nova operação.

Quanto à possibilidade de sua esposa, Michelle Bolsonaro, se candidatar à presidência em 2026, o ex-presidente adotou uma postura prudente. Ele afirmou que, caso ela decida concorrer, é um direito dela, mas destacou que Michelle não possui experiência para lidar com a intensidade e o sistema político do Brasil, que ele classificou como "bastante violento".

Continue lendo