8/1: Imagens do Ministério da Justiça foram apagadas, diz site


Polícia Federal Revela Mistério: Imagens Cruciais do 8 de Janeiro Desaparecem dos Registros do Ministério da Justiça

Fontes altamente confiáveis da Polícia Federal divulgaram uma revelação que lança uma sombra sobre o evento do 8 de Janeiro, quando as câmeras de segurança do Ministério da Justiça e Segurança Pública registraram acontecimentos de grande relevância. Segundo informações reportadas pelo R7, as imagens cruciais desse dia foram misteriosamente apagadas, deixando muitas perguntas sem resposta.

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do 8 de Janeiro, em busca de esclarecimentos, conseguiu autorização do Supremo Tribunal Federal (STF) para acessar as imagens em questão. No entanto, a perplexidade tomou conta dos investigadores quando receberam apenas registros de duas câmeras, apesar do edifício possuir um sistema de segurança mais abrangente.

O Ministro Flávio Dino, responsável pela pasta, foi o primeiro a ser abordado pela CPMI para fornecer as imagens, mas inicialmente recusou-se, alegando que apenas o STF tinha a autoridade para conceder tal acesso. Após a autorização ser concedida, o material entregue deixou muito a desejar.

As imagens disponíveis mostram apenas a fachada do Palácio da Justiça, impossibilitando que a Comissão tenha uma visão completa do que realmente ocorreu dentro do edifício naquele dia crucial.

Uma explicação apresentada pela pasta para a falta desse material é que as imagens não são retidas por um período prolongado, sendo automaticamente excluídas do sistema após 15 dias. O Ministério também argumenta que não houve solicitação prévia para que as imagens fossem armazenadas por mais tempo, pois não havia suspeita de invasão ao prédio.

O desaparecimento dessas imagens levanta uma série de perguntas intrigantes. O que aconteceu no Ministério da Justiça e Segurança Pública no dia 8 de Janeiro? Por que as imagens cruciais foram apagadas? Teria sido uma ação deliberada ou simples negligência no armazenamento desses registros?

Além disso, a CPMI do 8 de Janeiro agora enfrenta o desafio de conduzir uma investigação completa e imparcial com base em informações limitadas. O mistério em torno dessas imagens desaparecidas apenas intensifica o escrutínio sobre os acontecimentos daquele dia.

Tags