PF quer ouvir ex-comandante da Marinha sobre trama golpista, diz CNN

Caio Tomahawk

Polícia Federal Planeja Chamar Almir Garnier Santos e Outros Envolvidos para Esclarecer Suposta Trama Golpista


 A Polícia Federal (PF) está tomando medidas para chamar o almirante Almir Garnier Santos, ex-chefe da Marinha, a prestar esclarecimentos sobre a suposta trama golpista que teria sido discutida em uma reunião das Forças Armadas com o ex-presidente Jair Bolsonaro. Fontes da PF indicaram que outros indivíduos, incluindo os ex-comandantes do Exército, Freire Gomes, e da Aeronáutica, Baptista Júnior, além do próprio ex-presidente Bolsonaro, também podem ser chamados para depor.


A investigação da PF busca lançar luz sobre os acontecimentos que ocorreram durante a reunião das Forças Armadas em que supostamente teria sido discutida uma trama golpista. O almirante Almir Garnier Santos, que ocupava o cargo de chefe da Marinha na época, é visto como uma figura-chave na investigação devido à sua participação nesse encontro.


Além disso, na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga os eventos ocorridos em 8 de janeiro, os parlamentares governistas estão buscando um acordo com a oposição para convocar o almirante Garnier. Isso indica que a questão está ganhando relevância tanto nas esferas judiciais quanto políticas.


A convocação desses importantes nomes da hierarquia militar e do cenário político demonstra o interesse das autoridades em esclarecer as alegações de uma possível trama golpista e reforça o compromisso com a transparência e a democracia no Brasil.

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência.Check Now
Accept !