Haddad terá que explicar déficit de R$ 230 bilhões à Câmara

Caio Tomahawk

 
Deputado Sóstenes Cavalcante Requer Convocação de Ministro Haddad para Explicar Déficit de R$ 230 Bilhões


O deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ) apresentou um requerimento na Câmara dos Deputados para convocar o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, com o objetivo de esclarecer o déficit primário de 2023, que totalizou R$ 230,5 bilhões. Este resultado, o segundo pior da série histórica desde 1997, representa 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB) e gera preocupações quanto à sustentabilidade fiscal do governo.


Na justificativa do pedido de convocação, Sóstenes Cavalcante expressa sua preocupação com o impacto desse déficit nas finanças do país, alertando para a necessidade de explicações detalhadas por parte do ministro Haddad. A convocação visa abordar questões cruciais relacionadas à situação econômica do Brasil e oferecer transparência ao público.


O deputado enfatiza que o déficit preocupante ocorre em um momento crucial para a economia, e a convocação de Haddad é considerada uma resposta a eventos recentes envolvendo a Receita Federal e a isenção de tributos sobre a prebenda, salários pagos por igrejas a pastores. Sóstenes alega que a medida tomada pela Receita Federal contra os pastores motivou sua decisão de convocar o ministro, buscando esclarecimentos sobre ações que considera inadequadas.


Em uma nota enviada à imprensa, Sóstenes enfatiza que a convocação é uma maneira de garantir respeito aos evangélicos e destaca que a votação do requerimento está agendada para a próxima terça-feira (6). Se aprovado, espera-se que Haddad compareça à Câmara ainda esta semana para prestar esclarecimentos sobre as decisões tomadas em relação ao déficit e a isenção de tributos.


Essa convocação ressalta a importância do papel do Congresso Nacional na fiscalização e no monitoramento das ações do Executivo, especialmente em questões econômicas cruciais. A votação do requerimento será acompanhada de perto, pois reflete as preocupações dos parlamentares com as direções financeiras do país e a busca por transparência na tomada de decisões governamentais.

#buttons=(Aceitar !) #days=(20)

Our website uses cookies to enhance your experience. Saiba Mais
Accept !