“Não compareçam com cartaz”: O verdadeiro sentido do importante aviso de Bolsonaro

O ex-presidente Jair Bolsonaro lançou um convite para um ato na Avenida Paulista, marcado para o próximo dia 25 de fevereiro, e chamou a atenção ao fazer um pedido específico aos seus apoiadores: não levarem faixas ou cartazes "contra quem quer que seja". O vídeo divulgado nas redes sociais mostra Bolsonaro enfatizando a importância de comparecer trajando verde e amarelo, mas sem utilizar slogans que possam criar conflitos.


Durante sua convocação, Bolsonaro explicou sua solicitação da seguinte maneira: "Eu peço a todos vocês que compareçam trajando verde e amarelo. E, mais do que isso, não compareçam com qualquer faixa ou cartaz contra quem quer que seja. Nesse evento eu quero me defender de todas as acusações que têm sido imputadas à minha pessoa nos últimos meses. Mais do que discurso, (quero) uma fotografia de todos vocês (…) para mostrarmos para todo o Brasil e para o mundo a nossa união, as nossas preocupações, o que nós queremos: Deus, pátria, família e liberdade".


A orientação de Bolsonaro tem um objetivo claro: evitar a presença de infiltrados e manifestantes de esquerda que poderiam comparecer ao evento com a intenção de tumultuar e desvirtuar o propósito da manifestação. O ex-presidente está ciente dos jogos sujos e táticas de desestabilização frequentemente empregados por grupos opositores.


Ao solicitar que seus apoiadores se abstenham de levar faixas ou cartazes de teor negativo, Bolsonaro visa garantir que o foco do evento permaneça na defesa de suas posições e na promoção da união entre seus seguidores. Ele reconhece que a presença de mensagens agressivas ou provocativas poderia atrair confrontos e prejudicar a imagem do movimento.


É importante destacar que o pedido de Bolsonaro não representa uma restrição à liberdade de expressão, mas sim uma estratégia para assegurar a coesão e a eficácia do ato. Ao incentivar seus apoiadores a se concentrarem em valores compartilhados, como patriotismo e família, Bolsonaro busca consolidar sua base de apoio e fortalecer sua posição política.


No entanto, a expectativa é que mesmo com essa orientação, manifestantes de oposição possam comparecer ao evento com a intenção de provocar tumultos. Nesse sentido, medidas de segurança devem ser tomadas para garantir a ordem e a tranquilidade durante o ato.


Em suma, o pedido de Bolsonaro para que seus apoiadores não compareçam com cartazes negativos é uma estratégia calculada para preservar a integridade e a mensagem do evento, enfatizando a união e os valores compartilhados pelos participantes.

Tags