Golpe da Starlink vitalícia usa vídeo falso de Nikolas Ferreira como garoto propaganda

Nos últimos dias, um esquema fraudulento tem se espalhado nas redes sociais, enganando consumidores com promessas de internet vitalícia da Starlink, empresa de Elon Musk. Contrariamente ao que alguns anúncios sugerem, a Starlink não oferece nenhum plano de internet vitalício. Todos os planos disponíveis para o Brasil são mensais, conforme confirmado no site oficial da empresa e reportado pelo UOL.


Os anúncios enganosos, veiculados principalmente em vídeos manipulados, prometem internet da Starlink sem mensalidade, porém, são golpes ardilosos. Esses vídeos distorcidos apresentam imagens e vozes alteradas do deputado Nikolas Ferreira (PL-MG) e do geofísico e youtuber Sergio Sacani. Neles, ambos repetem falsas afirmações de que Elon Musk estaria distribuindo internet grátis no Brasil inteiro, quase que de graça, mediante um pagamento único pelo plano da Starlink.


Os vídeos manipulados, além de apresentarem falta de sincronia entre os movimentos labiais dos falantes e o texto que está sendo dito, também têm vozes que soam mecanizadas, características claras de manipulação.


O golpe vai além dos anúncios, estendendo-se a um link suspeito para o qual os usuários são direcionados. No site Reclame Aqui, há registros de consumidores que afirmam ter comprado o “plano vitalício” por R$ 184 e não receberam o produto. As reclamações são direcionadas à página oficial da Starlink. Em resposta a um consumidor, a Starlink afirmou que não se responsabiliza por compras feitas em sites de terceiros.


A origem dos vídeos falsos remonta a postagens legítimas, mas descontextualizadas, feitas pelo deputado Nikolas Ferreira em suas redes sociais, datadas de novembro de 2023, e a uma participação de Sergio Sacani no podcast Podpah, em abril de 2021. Esses vídeos foram manipulados para criar a ilusão de que os próprios envolvidos endossam o suposto plano vitalício da Starlink.


Este conteúdo também foi verificado por veículos de checagem de fatos, como Estadão Verifica e AFP Checamos, confirmando sua falsidade.


Além deste golpe específico, o UOL Confere recentemente desmentiu outras alegações falsas envolvendo a empresa de internet do bilionário Elon Musk. Entre elas, a falsa afirmação de que a empresa estaria distribuindo internet de graça para quem respondesse a um quiz online e que seria o único serviço de internet disponível no Rio Grande do Sul após as enchentes.


Esse esquema fraudulento ressalta a importância de verificar sempre as informações antes de tomar qualquer decisão de compra, especialmente quando se trata de ofertas tentadoras e promessas mirabolantes. A Starlink reforça que todos os seus planos são estritamente mensais, conforme divulgado em seu site oficial, e alerta os consumidores para estarem atentos a tentativas de fraude e desinformação.
© Política Online Brasil. Todos os direitos reservados. Premium By Jago Themes