Bolsonaro é aclamado aos gritos de ‘mito’ ao falar por chamada de vídeo com cidadãos do Rio Grande do Sul


O ex-presidente Jair Bolsonaro participou de uma reunião virtual com gaúchos de Vila Maria, conduzida pelo deputado Giovani Cherini, onde fez um pronunciamento direcionado aos cerca de 200 cidadãos presentes. Ao iniciar a videoconferência, Bolsonaro foi recebido com gritos de "mito" pelos participantes, demonstrando o apoio fervoroso de parte da população.


Durante sua intervenção, Bolsonaro expressou solidariedade ao povo do Rio Grande do Sul e lamentou a falta de auxílio do governo anterior, liderado por Luiz Inácio Lula da Silva. Ele destacou as ações tomadas por seu governo durante a pandemia, ressaltando a diferença no modo como lidou com a crise e auxiliou a população brasileira. O ex-presidente enfatizou a importância da política como meio para superar desafios e promover o crescimento e desenvolvimento do país, enfatizando a necessidade de priorizar a vontade da maioria.


Ao concluir seu discurso, Bolsonaro fez uma previsão política, afirmando sua crença de que, em 2027, a direita reassumirá o poder central no Brasil. Essa declaração reflete suas perspectivas sobre o futuro político do país e suas aspirações para a retomada do poder por parte de suas ideologias.


Entretanto, enquanto Bolsonaro expressava suas opiniões políticas e prestava solidariedade aos gaúchos, um cenário preocupante se desenrolava em outro espectro da sociedade brasileira. A chamada "ditadura da toga" continuava a exercer sua influência, com consequências nefastas para a liberdade de expressão e o funcionamento democrático do país.


Recentemente, um inquérito administrativo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), liderado pelo ministro Luis Felipe Salomão, ex-corregedor do TSE, resultou no confisco da renda de sites e canais conservadores, incluindo a Folha Política. Essa medida draconiana foi realizada com o apoio dos ministros Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Edson Fachin, evidenciando uma ação coordenada dentro do sistema judiciário brasileiro.


A Folha Política, um veículo de mídia conservador, já havia sido alvo de medidas repressivas, com sua sede invadida e todos os equipamentos apreendidos por ordem do ministro Alexandre de Moraes. Apesar desses obstáculos, a equipe da Folha Política continuou a trabalhar incansavelmente, enfrentando a censura e a perseguição para fornecer informações sobre os três poderes e promover uma diversidade de perspectivas na esfera pública.


É alarmante observar a erosão dos princípios democráticos no Brasil, com prisões políticas, tribunais de exceção e censura sendo impostos às vozes dissidentes. A liberdade de imprensa e expressão é um pilar fundamental da democracia, e sua supressão ameaça os alicerces da sociedade brasileira.


Diante desse contexto, é crucial que a sociedade civil e as instituições democráticas permaneçam vigilantes e defendam os direitos fundamentais dos cidadãos. A pluralidade de opiniões e a liberdade de expressão são essenciais para garantir um debate político saudável e uma sociedade verdadeiramente democrática.
© Política Online Brasil. Todos os direitos reservados. Premium By Jago Themes