Nikolas Ferreira sobre Janones: “PT defende rachador”


Na última quarta-feira (5), durante a reunião do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, o deputado federal Nikolas Ferreira, do Partido Liberal (PL) de Minas Gerais, fez uma acusação explosiva contra o Partido dos Trabalhadores (PT). Alegando ter provas, ele afirmou que o PT defende os chamados "rachadores", pessoas envolvidas em esquemas de desvio de dinheiro público.


A declaração de Ferreira foi feita através dos stories do Instagram, onde exibiu um documento da sigla petista, durante os momentos que antecederam a votação que acabou por beneficiar o deputado federal André Janones, do Avante, também de Minas Gerais. Janones havia sido denunciado por envolvimento em um caso de "rachadinha".


"Olha esse documento que eu tenho em mãos. (...) É isso: PT defendendo rachador", afirmou Nikolas Ferreira, enquanto mostrava o documento aos seus seguidores nas redes sociais.


O caso que motivou a denúncia contra Janones remonta a 2019, durante o primeiro mandato do parlamentar como deputado federal. Ele foi acusado de exigir de seus assessores uma devolução de parte de seus salários para cobrir despesas pessoais, prática conhecida como "rachadinha". Em uma gravação feita por um ex-funcionário, Janones admite que alguns funcionários devolveriam parte de seus salários para ajudá-lo a financiar sua campanha eleitoral para prefeito.


Durante a reunião do Conselho de Ética, o deputado Guilherme Boulos, do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) de São Paulo, atuou como relator do caso. Boulos argumentou que Janones não poderia ser punido por algo cometido durante seu mandato anterior, e essa linha de pensamento acabou sendo apoiada pela maioria dos deputados votantes.


Com 12 votos a favor e 5 contrários, o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados decidiu arquivar a representação contra André Janones, o que significa que ele não sofrerá nenhuma sanção no âmbito parlamentar em relação ao caso da "rachadinha".


Essa acusação de Nikolas Ferreira contra o PT adiciona mais uma camada de tensão política ao já conturbado cenário brasileiro. As acusações de corrupção e desvio de dinheiro público têm sido frequentes, e a polarização entre partidos políticos parece estar mais acirrada do que nunca.


Agora, resta aguardar para ver como o PT irá responder a essa acusação e se ela terá repercussões mais amplas no cenário político nacional. Enquanto isso, a sociedade brasileira continua a acompanhar de perto os desdobramentos desses casos de corrupção que tanto abalam a confiança na classe política do país.
Tags