Defesa diz a Moraes que relatório sobre as urnas saírá somente após o segundo turno


O Ministério da Defesa encaminhou, nesta quarta-feira (19), resposta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cuja presidência é de Alexandre de Moraes, e afirmou que só compartilhará o resultado da auditoria das urnas eletrônicas em primeiro turno; quando o pleito estiver encerrado no Brasil, dia 30.

- Ao término do processo será elaborado um relatório contemplando toda a extensão da atuação das Forças Armadas como entidades fiscalizadoras, com os documentos atinentes às atividades em comento. Tal relatório será encaminhado ao TSE em até 30 dias após o encerramento da etapa 8 do Plano de Trabalho - disse a Defesa.

- A emissão de um relatório parcial, baseado em fragmentos de informação, pode resultar-se inconsistente com as conclusões finais do trabalho, razão pela qual não foi emitido - acrescentou o Ministério.

Moraes, novamente, se pautou em notícias da internet para exigir o documento; depois que, segundo ele, foi divulgado nas redes que o relatório estaria pronto e já teria sido encaminhado ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

Tags