Ticker

6/recent/ticker-posts

Gleisi afronta a nota das Forças Armadas e recebe resposta de general


Mesmo antes de assumir o governo a situação nas hostes petistas é bem complicada.

Estão todos atordoados e com certeza representam um grave risco para o país.

A malandragem atordoada é um perigo incalculável.

Assim, declarações caóticas e que beiram a insanidade acontecem com uma frequência absurda. E, nesse aspecto, a presidente do partido, Gleisi Hoffmann, tem se destacado.

Nesta sexta-feira (11), a deputada resolveu afrontar e enfrentar a nota das Forças Armadas.

“Não é papel dos comandantes militares opinar sobre o processo político, muito menos sobre a atuação das instituições republicanas.

O direito de manifestação não se aplica a atos contra a democracia, que devem ser tratados pelo nome: golpismo. E combatidos, não são pacíficos nem ordeiros”, declarou.

Coube a um general – o deputado general Girão Monteiro - aplicar o devido ‘corretivo’.

Eis a resposta:

“Se não entendeu a nota, irei traduzir: o POVO é LIVRE. Não será tolerado o atentado contra as garantias constitucionais da livre manifestação. Se precisar de mais explicações práticas, basta a vossa pessoa ou um ditador ir de encontro ao que está contido na Constituição.

Participe do nosso grupo no telegram:

CLIQUE AQUI