Ticker

6/recent/ticker-posts

Lula repreende funcionários do Planalto e diz: "É um aviso"

 

O ex-presidiário Lula (PT), não obstante ter sido declarado presidente eleito do Brasil pela contagem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não parece muito feliz.

Pelo contrário, o petista está abatido e deixando transparecer toda a sua truculência no trato com as pessoas, notadamente as mais simples.

Nesta quarta-feira (18), ele perdeu a paciência com funcionários do Planalto, enquanto discursava a líderes de centrais sindicais.

Os sindicatos tinham ido cobrar de Lula a promessa feita em campanha de que aumentaria o salário mínimo em 2023. Depois do recuo que o petista deu, justificando muito "gasto", as entidades se uniram e foram "bater na porta" do Planalto a fim de pressionar o ex-condenado da Lava Jato.

Lula, claro, já não estava muito à vontade em ter que dar explicações aos aliados. Então, aproveitou um deslize dos funcionários do Planalto pra mandar um recado a todo mundo e reafirmar quem manda no "pedaço" agora. Assim, ele voltou o seu ódio para o fato de que a militância não estava dividida no espaço adequadamente e disse:

- Eu queria dar um conselho aos 'companheiros' que montam essa estrutura para a gente fazer essa atividade aqui. Eu já percebi, nas outras que participei, que fica mais gente para lá e menos gente para cá, então, é preciso saber se a gente não tem que fazer o púlpito virado para lá, para falar para onde tem mais gente - iniciou.

- A segunda coisa que eu queria pedir era que fosse colocado uma caixa de som para retorno. Normalmente, a gente não escuta - completou.

E finalizou em tom de ameaça:

- (...) E essa formação não é a melhor, tá - bradou, acrescentando ser apenas "um aviso". 

É de dar asco a petulância do descondenado.