Lula: Forças Armadas não vão mais integrar processo político

Caio Tomahawk


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou, nesta sexta-feira (10), que as Forças Armadas “não devem se envolver em política” e que, de agora em diante, elas “não participarão do processo político” do país. A declaração foi feita em uma entrevista concedida à jornalista Christiane Amanpour, da CNN Internacional.

– Daqui para frente, as Forças Armadas brasileiras não participarão do processo político. Quem quiser participar, tire a farda, se candidate e enfrente a situação política da forma que o cidadão civil enfrenta e não tentar enfrentar a situação vestido de militar – disse o petista.

Durante a entrevista, o chefe do Executivo também disse ter a impressão de que as forças de segurança estariam “comprometidas” com os atos do dia 8 de janeiro, que resultaram na depredação dos prédios do Congresso Nacional, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal.

– Olha, eu posso te garantir que a impressão que eu tenho é que todas as forças que tinham que cuidar da segurança de Brasília estavam comprometidas com o golpe – completou.

#buttons=(Accept !) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. ACEITAR
Accept !