Renan Calheiros usa Comissão do Senado para pressionar governo de Lula sobre indicações na Abin


O senador Renan Calheiros (MDB-AL), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, vai pressionar o governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo reportagem do site Metrópoles, Renan pretende segurar a sabatina do delegado Luiz Fernando Corrêa, indicado por Lula para o comando da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), até que o governo troque o atual número dois do órgão.

Antes mesmo de Corrêa ser confirmado no cargo pelo Senado, o Palácio do Planalto nomeou como diretor-adjunto da Abin o também delegado Alessandro Moretti. No entanto, a indicação de Moretti, homem próximo de Corrêa, dessagrou parte dos senadores governistas. O motivo é o fato de Moretti ter sido o chefe do setor de inteligência da Polícia Federal durante o governo de Jair Bolsonaro.

Diante desse cenário, Renan quer segurar a sabatina do indicado por Lula para comandar a Abin até que o Planalto troque Moretti. A sabatina de Corrêa chegou a ser marcada, mas o emedebista cancelou a reunião. O senador disse ter atendido a pedido dos colegas no colegiado, para só votar a indicação quando forem conhecidos seus subordinados diretos na agência.

Tags