Diretor-geral da PF: “Graças a Moraes a democracia respira”

Diretor-Geral da Polícia Federal Elogia Atuação de Ministro Alexandre de Moraes

Em entrevista ao UOL, o diretor-geral da Polícia Federal, Andrei Passos Rodrigues, expressou seu apreço pela atuação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), destacando-o como um defensor da democracia no Brasil. O agente, que foi responsável pela segurança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante a campanha eleitoral, elogiou o magistrado que também preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Rodrigues descreveu o ministro Moraes como alguém com uma trajetória funcional admirável, caracterizando-o como uma pessoa correta, íntegra e muito firme. Ele enfatizou que, graças à atuação firme de Moraes, o Brasil e sua democracia têm prosperado.

O diretor-geral da PF manifestou repúdio às críticas direcionadas ao ministro Moraes, que sugerem motivações políticas em suas ações. Ele defendeu que o trabalho de Moraes é pautado na busca pela justiça e na proteção das instituições democráticas do país.

Quando questionado sobre a possibilidade da Polícia Federal buscar elementos para julgar e condenar o ex-presidente Jair Bolsonaro, Rodrigues enfatizou que a corporação está empenhada em investigar possíveis crimes, sem distinção de envolvidos. Ele afirmou que a investigação procura desvendar um amplo cenário de conexões que envolvem questionamentos sobre a integridade do sistema eleitoral, ataques às instituições brasileiras, especialmente ao Judiciário, e interferências nas instituições, incluindo a Polícia Federal.

O diretor-geral destacou que, durante a investigação, tem sido identificada uma conexão entre diversos elementos, onde os atores se repetem. Ele ressaltou que o esforço da PF é direcionado a alcançar todos os responsáveis pelos crimes em investigação, que envolvem questões relacionadas ao Estado Democrático de Direito, falsificação de cartões de vacina, uso de documentos falsos, crimes contra a saúde pública e questões envolvendo joias. 

Portanto, o compromisso da Polícia Federal é perseguir a verdade e garantir a responsabilização de todos os envolvidos nos crimes sob investigação.