BOMBA: Sandra Annenberg revela ter sofrido assédio sexual


A renomada jornalista Sandra Annenberg abriu o jogo e compartilhou detalhes íntimos sobre os desafios que enfrentou no início de sua carreira, revelando episódios de assédio sexual e perda de oportunidades na televisão por não ceder às investidas dos assediadores. A apresentadora, que também teve uma breve incursão como atriz nas décadas de 1980 e 1990, trouxe à tona questões delicadas que permeiam o mundo midiático.


Durante uma entrevista ao Mamilos Podcast, Sandra Annenberg foi franca ao abordar suas experiências pessoais. “Eu enfrentei assédio sexual, enfrentei uma competição muito cedo, enfrentei um espaço que para você conseguir conquistar o seu tem que jogar um jogo que não é legal”, relatou a apresentadora do Globo Repórter, revelando um lado muitas vezes oculto nos bastidores da indústria do entretenimento.


A jornalista mencionou ter sido afastada do elenco de uma novela, sem especificar qual, embora tenha sido parte do elenco da novela “Pacto de Sangue” em 1989. “O fato é que não joguei esse jogo e eu não sei muito bem como eu consegui trilhar o meu caminho sem fazer parte de um time que jogava um jogo de interesse, de troca, dentro do assédio sexual também”, destacou ela, revelando uma postura firme diante das pressões enfrentadas.


Sandra Annenberg prosseguiu, compartilhando um momento marcante de sua trajetória: “Talvez eu tivesse ido mais longe muito rápido se eu tivesse concordado em fazer parte da turma e eu perdi espaço por isso, fui cortada do elenco de uma novela porque não cedi”, explicou a jornalista, demonstrando os dilemas morais e éticos que enfrentou ao recusar se submeter às exigências não éticas do meio.


Essa revelação corajosa de Sandra Annenberg traz à tona a necessidade urgente de discutir e enfrentar o assédio sexual e outras formas de discriminação e abuso presentes em diversos setores da sociedade, inclusive no universo da mídia e do entretenimento. Sua história serve como um lembrete poderoso da importância de se manter fiel aos próprios princípios e valores, mesmo diante de pressões e adversidades.


A coragem de Sandra Annenberg ao compartilhar sua jornada inspira não apenas os profissionais do meio, mas também todas as pessoas que lutam por um ambiente de trabalho mais justo, seguro e igualitário. Sua voz ressoa como um chamado à ação, instigando reflexões e debates essenciais sobre como criar uma cultura de respeito e dignidade para todos.
© Política Online Brasil. Todos os direitos reservados. Premium By Jago Themes